Jovens pesquisadores criam microscópio modular barato e versátil

Equipamento é feito em impressora 3D

Font: Rosana, em Curitiba

Equipes médicas em países carentes de recursos –de energia elétrica a suprimentos –atuam em condições longe de serem ideais.
Foi pensando nesses profissionais e em milhares de outros envolvidos em pesquisas de doenças infecciosas (como acovid-19) que jovens pesquisadores do Instituto Leibniz de Tecnologia Fotônica(Leibniz IPHT) e da Universidade Jenacriaram um microscópio modular impresso em 3D.


Segundo o físico Benedict Diederich, um dos criadores do UC2, "microscópios comerciais custam centenas ou milhares de vezes mais do que nossa configuração UC2.
Você dificilmente pode instalar um deles em um laboratório contaminado, já que não vai poder removê-lo ou limpá-lo depois”, acrescentando que o microscópio modular pode ser reciclado depois de usado.

A versatilidade do projeto impressiona. "O uso determina a escolha dos cubos; depois, é só empilhá-los. O sistema UC2 permite combinar os elementos dependendo do resolução, estabilidade, duração ou método de microscopia necessários e testados diretamente no processo de prototipagem rápida”, disse Diederich.

Todo o projeto (de código aberto) está disponível online no repositórioGitHub para ser acessado, modificado e expandido segundo as necessidades do utilizador.

Leia mais: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/207629-jovens-pesquisadores-criam-microscopio-modular-barato-versatil.htm